| Notícias |

Leonardo Iizuka conquistou o Ouro, no Sub-15 do WTT Youth Contender na Eslováquia

Leonardo Iizuka brilha e conquista mais um ouro, no sub-15 do WTT Youth Contender da Eslováquia

 

Brasileiro não deu chances ao seu adversário da final, Stepan Brhel, e aplicou 3 a 0; foi o terceiro pódio de Iizuka no Circuito Mundial de Jovens em uma semana

07-nov-2021

 

Imparável, brilhante, arrasador. Essas são algumas das definições que podem ser aplicadas a Leonardo Iizuka nesta semana no Leste Europeu. Depois de ter conquistado o Ouro no Sub-15 do WTT Youth Contender na Hungria, e a Prata no Sub-17 na Eslováquia, o brasileiro, com fome de títulos, garantiu mais uma medalha para a sua coleção recente: Ouro no torneio Sub-15 na edição eslovaca do Circuito Mundial de Jovens. No último domingo (7), ele encarou o tcheco Stepan Brhel na decisão e não deu nenhuma chance para o adversário: 3 a 0 para a promessa do Brasil.

A decisão até começou equilibrada, com os dois atletas se estudando e alternando pontos. Porém, ao chegar à marca dos 7 a 7 no placar, Iizuka abriu vantagem e não deixou o tcheco reagir: 11 a 8 para o brasileiro.

No segundo set, Brhel teve um início melhor e colocou 4 a 1 no marcador, o que parecia demonstrar uma reação na parcial. O brasileiro, porém, quis deixar claro que ele não estava para brincadeira ao empatar, virar e abrir 9 a 4 no embate. O adversário ainda chegou a marcar mais dois pontos, mas de nada adiantou. O mesa-tenista do Brasil fechou em 11 a 6.

O terceiro set teve alternâncias frequentes nos primeiros pontos, em que nenhum dos atletas abriu vantagem. Porém, no meio da parcial, Iizuka conseguiu assumiu a dianteira por 8 a 5, o que forçou um pedido de tempo para o tcheco, em uma última tentativa de voltar para o jogo. A estratégia funcionou de início, pois o europeu conseguiu um empate em 9 a 9. Entretanto, o brasileiro estava muito concentrado e concluiu os dois pontos seguintes, 11 a 9. Festa do atleta do Brasil em Senec.


“Para mim, ganhar medalha em uma categoria acima é uma grande conquista, porque eu já tinha jogado na Hungria e tinha perdido na fase de 32. E ontem eu consegui chegar na final e fazer ótimos jogos. Na minha categoria, eu já tinha conseguido vencer na Hungria e consegui ter ótimos resultados aqui na Eslováquia. Eu fiquei muito feliz por ter conseguido mais um título que eu desejava”, disse o campeão.


“É um talento. É sempre bom ganhar, principalmente em competições aqui na Europa. O Léo (Iizuka) mereceu, sabia que o caminho era difícil, mas ele mostrou todo o seu jogo aqui na Eslováquia”, elogiou a técnica Lígia Silva, que acompanhou os meninos do Brasil durante a semana.

“Considero que o trabalho conjunto com estes meninos tem ajudado bastante. Foi a primeira vez que tivemos uma convivência mais próxima e pude conhecer ainda melhor a forma como eles se comportam no dia a dia”, complementou.

 

Para ficar com o título, Leonardo Iizuka ainda teve de passar por outros quatro adversários no dia. Primeiro, ele bateu o russo Aleksei Samokhin por 3 a 1 (11/3, 8/11, 11/7 e 11/6) na fase de 32. Depois, superou o norueguês Khai Lam pelo mesmo placar (9/11, 11/7, 11/7 e 11/7) nas oitavas. A vítima seguinte foi o indiano Abhinandh Bhayankaram nas quartas de final: 3 a 0, com parciais de 11/6, 11/5 e 11/7. Por fim, o brasileiro eliminou Yong Quek, de Singapura, por 3 a 1 (11/9, 15/13, 10/12 e 11/7) na semifinal.

 

Leonardo Iizuka é um dos jovens promissores do Programa de Desenvolvimento de Talentos. Agora, com a bagagem recheada de medalhas, ele embarca para Vila Nova de Gaia, em Portugal, para realizar um período de treinamentos até o próximo dia 16. A próxima competição do brasileiro acontece na cidade portuguesa, onde ele disputa o Campeonato Mundial da Juventude, que acontece entre 2 e 8 de dezembro.

 

Outros brasileiros

 

O último dia de WTT Youth Contenders, em Senec e Szombathely, contou com a presença de outros brasileiros. Ainda na Eslováquia, Diogo Silva acabou caindo nas quartas de final do torneio Sub-19 diante do australiano Nicholas Lum, algoz de Iizuka na final do sub-17.

Na Hungria, foi a vez das meninas. Beatriz Fiore foi a primeira do dia a cair, ela ficou na fase de 32 diante da espanhola Maria Berzosa no Sub-15. Na categoria para menores de 19 anos, Giulia Takahashi não passou das oitavas de final ao tropeçar diante da tcheca Jana Vasendova. Na mesma fase, Laura Watanabe acabou sendo superada pela polonesa Zuzanna Wielgos e se despediu da competição.

 

FATO&AÇÃO COMUNICAÇÃO

Assessoria de Imprensa da Confederação Brasileira de Tênis de Mesa (CBTM)

Leonardo Iizuka conquistou a Prata no Sub-17 do WTT Youth Contender na Eslováquia

Jogando em uma categoria acima, Leonardo Iizuka leva a prata no sub-17 do WTT Youth Contender na Eslováquia

 

Brasileiro, que já havia conquistado o ouro no sub-15 da Hungria, alcançou a decisão em que acabou batido pelo australiano Nicholas Lum

06-nov-2021

 

O Leste Europeu tem sido bom para Leonardo Iizuka. Depois de ter conquistado o ouro no Sub-15 do WTT Youth Contender de Szombathely, na Hungria, o brasileiro brilhou em Senec e levou a Prata no torneio Sub-17 da competição do Circuito Mundial de Jovens, que acontece na cidade eslovaca. Jogando em uma categoria acima, o brasileiro chegou à final da competição no último sábado (6), o que rendeu a segunda colocação ao atleta. Na decisão, ele acabou sendo batido pelo australiano Nicholas Lum por 3 a 0, com parciais de 11/4, 11/9 e 11/7.

 

Para chegar à final, o brasileiro teve de passar por dois jogos eliminatórios. Primeiro, ele superou, após estar perdendo por 2 a 0, o singapurense Yong Quek em um jogo muito disputado: 3 a 2, com parciais de 7/11, 9/11, 11/8, 11/8 e 11/8, pelas quartas de final. Nas semifinais, o brasileiro conseguiu uma nova vitória em um belo jogo contra o tailandês Napat Thanmathikom. O triunfo foi por 3 a 1 (11/6, 10/12, 11/9 e 11/5).

 

“É sempre bom ganhar independente da categoria, ainda mais aqui fora. Ele fez por merecer, sabia que o caminho era difícil, agora é manter o foco para o sub-15”, elogiou a treinadora Lígia Silva.

Iizuka não se deu por satisfeito com o pódio no sub-17. O atleta, que também está disputando o torneio sub-15, foi à mesa neste sábado pelo Grupo 12 e terminou na liderança do triangular com dois jogos vencidos: 3 a 1 (7/11, 11/3, 11/9 e 11/5) diante do eslovaco Adam Madaras e 3 a 0 (11/8, 11/9 e 11/6) no tcheco Martin Slany.

Ainda em Senec, Diogo Silva fez a sua estreia no torneio Sub-19 e, assim como o compatriota, obteve a sua classificação para a fase eliminatória. Pelo Grupo 8, o atleta terminou na primeira colocação ao ganhar uma partida e perder outra. O seu triunfo foi diante do alemão Tom Schweiger por 3 a 0 (11/6, 11/6 e 11/6), enquanto o seu revés aconteceu contra o tcheco Vit Kadlec por 3 a 2 (11/5, 6/11, 12/14, 11/5 e 9/11).

 

Meninas na Hungria

 

O Brasil ainda teve três atletas femininas em ação no WTT Youth Contender, em Szombathely, na Hungria. Neste sábado, todas as representantes do país alcançaram a fase principal dos seus respectivos campeonatos. No Sub-19, Giulia Takahashi avançou ao ter ficado na liderança do Grupo 5. A brasileira bateu a indiana Nithya Mani por 3 a 2 (11/6, 7/11, 9/11, 15/13 e 11/6) e a eslovaca Ema Cincurova por 3 a 0 (11/5, 11/5 e 11/6).

Na mesma categoria, Laura Watanabe também conseguiu passar de fase. Ela ficou na vice-liderança do Grupo 9 por ter derrotado a mesa-tenista da casa, Nora Tanacs, por 3 a 2 (8/11, 11/7, 11/7, 4/11 e 11/9) e por ter sido batida pela tcheca Helena Sommerova pelo mesmo placar. As parciais foram de 11/9, 5/11, 14/12, 4/11 e 14/16.

No torneio Sub-15, Beatriz Fiore ficou na segunda colocação do Grupo 1 e, com isso, conseguiu um lugar na próxima fase. Os resultados que garantiram a classificação para a brasileira foram: vitória sobre a croata Franka Miskic por 3 a 0 (11/3, 11/4 e 11/9) e derrota para a indiana Suhana Saini pelo mesmo placar (5/11, 3/11 e 5/11).

O dia ainda teve Giulia nas quartas de final do Sub-17. Apesar de ter brigado demais na partida que valeria um lugar no pódio, a paulista acabou caindo diante de Lin Qian Ser, de Singapura, por 3 a 2, com parciais de 9/11, 11/4, 10/12, 11/9 e 8/11.

 

FATO&AÇÃO COMUNICAÇÃO

Assessoria de Imprensa da Confederação Brasileira de Tênis de Mesa (CBTM)

Leonardo Iizuka conquistou o Sub-15 do WTT Youth Contender da Hungria

Invicto! Leonardo Iizuka faz campanha brilhante e conquista o torneio sub-15 do WTT Youth Contender da Hungria

 

Brasileiro derrotou o tcheco Martin Sip na decisão por 3 a 2 e levou primeiro título da carreira no WTT Youth Series, o Circuito Mundial de Jovens

03-nov-2021

 

A quarta-feira (3/11) foi dourada para o tênis de mesa brasileiro. Leonardo Iizuka fez uma campanha espetacular no torneio Sub-15 do WTT Youth Contender, que está acontecendo em Szombathely, na Hungria, e saiu com a medalha de ouro do peito da Arena Savaria de forma invicta. O título foi conquistado após o brasileiro ter feito uma partida duríssima contra o tcheco Martin Sip na grande decisão do campeonato. Vitória por 3 a 2 (9/11, 12/10, 11/7, 9/11 e 11/7) para o atleta do Brasil, que levou o primeiro título da carreira no Circuito Mundial de Jovens, o WTT Youth Series.

 

A caminhada de Iizuka rumo ao título começou com a liderança do brasileiro no Grupo 10 na primeira fase do torneio sub-15. No triangular, o mesa-tenista mediu forças contra o austríaco Franciszek Kolodziejczyk e o canadense Kenny Ly. Como terminou na primeira colocação, Leonardo não precisou passar pela fase de 64 por estar de “bye”.

 

Na fase de 32, o embate do brasileiro foi contra o esloveno Brin Petrovski, que saiu derrotado por 3 a 0 (13/11, 12/10 e 11/9). Na fase seguinte, Iizuka repetiu o bom desempenho e o resultado contra o norueguês Khai Lam, as parciais foram de 13/11, 15/13 e 12/10.

O campeão continuou a boa campanha nas quartas de final, fase em que bateu o indiano Preyesh Raj por 3 a 1, com parciais de 12/10, 8/11, 11/9 e 12/10. No jogo decisivo para buscar uma vaga na final, o mesa-tenista do Brasil teve um embate difícil contra Daniel Berdoza, da Espanha. O confronto só foi decidido no quinto set, quando Iizuka fechou o duelo em 3 a 2 (13/11, 8/11, 10/12, 14/12 e 11/7).

O medalhista de ouro acredita que o psicológico foi decisivo para o seu trinfo na Hungria: “O que foi fundamental para mim foi manter minha cabeça bem calma durante os jogos, e eu acho que isso ajudou muito para que pudesse buscar no placar, pois, em muitas das vezes, eu saia perdendo e depois conseguia buscar”, avaliou.

 

Lígia Silva, treinadora da Seleção Brasileira nas categorias de base, acompanhou Iizuka durante a campanha vencedora do atleta. Para ela, a confiança do brasileiro foi determinante.

“Senti que ele estava bem confiante e aproveitando o momento ali na mesa. Via que a cada jogo estava muito bem e aproveitando as oportunidades nas horas decisivas”, contou a técnica.

O detentor do título viaja para a Eslováquia para tentar repetir a grande campanha em outra edição do WTT Youth Contender, agora em Senec. O brasileiro vai estar na disputa dos torneios Sub-15 e Sub-17 do evento, que começam nesta sexta-feira.

 

Em categoria acima, brasileiras se despedem na Eslováquia

 

O palco da próxima competição de Leonardo Iizuka vai ser o mesmo em que Giulia Takahashi e Laura Watanabe foram à mesa nesta quarta-feira pelo Sub-19 do WTT Youth Contender da Eslováquia. Elas fizeram um bom campeonato na categoria acima da qual são pertencentes, chegaram à fase decisiva, mas caíram antes de pegarem medalha.

Giulia foi quem chegou mais longe. A atleta alcançou as quartas de final (apenas uma fase de conseguir ao menos um bronze), mas foi batida pela indiana Swastika Ghosh por 3 a 0, com parciais de 10/12, 4/11 e 8/11. Laura foi eliminada pela holandesa Emine Ernst ao ter sido superada pelo mesmo placar do revés de sua compatriota. As parciais foram de 8/11, 7/11 e 6/11.

 

FATO&AÇÃO COMUNICAÇÃO

Assessoria de Imprensa da Confederação Brasileira de Tênis de Mesa (CBTM)

Giulia Takahashi conquistou o Bronze no Sub-17 do WTT Youth Contender disputado na Eslováquia

Giulia Takahashi conquista o bronze no torneio sub-17 do WTT Youth Contender da Eslováquia

 

Além da medalha de Giulia, dia ainda teve classificação dela e de Laura Watanabe para a fase principal no sub-19 e de Leonardo Iizuka no sub-15 na Hungria

02-nov-2021

 

O tênis de mesa brasileiro conquistou mais um grande resultado no Circuito Mundial de Jovens, o WTT Youth Series. Na terça-feira (2-11), Giulia Takahashi trabalhou bastante e conquistou a medalha de bronze no torneio Sub-17 do WTT Youth Contender, em Senec, na Eslováquia, ao ter alcançado as semifinais da competição.

O segundo dia da Seleção Brasileira de base na Europa ainda teve a classificação de Giulia e Laura Watanabe para a fase decisiva no Sub-19, além da qualificação de Leonardo Iizuka para as eliminatórias no Sub-15 do WTT Youth Contender da Hungria, que está sendo realizado em Szombathely.

 

O pódio brasileiro começou a ser construído no final de tarde eslovaco. Giulia foi à mesa contra a alemã Lea Lachenmayer pelas quartas de final e a superou por 3 a 1, com parciais de 1/11, 11/7, 11/9 e 11/6. Posteriormente, a luta por uma vaga na final foi contra a indiana Yashaswini Ghorpade em que a atleta do Brasil acabou não conseguindo encaixar o jogo e foi batida por 3 a 0 (7/11, 7/11 e 4/11).

“Eu sabia que as partidas seriam difíceis e bem disputadas. Contra a alemã, eu e o Hideo (Yamamoto, treinador da Seleção) conseguimos achar uma estratégia na qual deu certo depois que eu perdi o primeiro set. Depois, continuei focada e consegui fazer um bom jogo”, avaliou a brasileira sobre o jogo das quartas de final.

 

“Contra a indiana era um estilo que não estou muito acostumada, mas fiz o meu melhor e saio com cabeça erguida, pois sei que fiz o meu melhor”, complementou sobre o revés na semifinal.

No Sub-19, o país garantiu as duas representantes na fase decisiva da competição. Giulia e Laura Watanabe tiveram um grande desempenho nos grupos e garantiram um lugar na fase de 32 e nas oitavas de final, respectivamente.

Giulia ficou na segunda colocação do Grupo 5 ao ter sido superada pela indiana Nithya Mani por 3 a 1 (6/11, 11/2, 6/11 e 9/11) e por ter vencido a sueca Leah Muskantor por 3 a 2 (11/6, 9/11, 8/11, 16/14 e 11/6). Classificada, ela encara outra atleta nórdica na fase de 32: Ramona Betz, da Finlândia, nesta quarta-feira (3), às 5h30 (de Brasília).

 

Laura fez uma primeira fase espetacular e terminou na liderança do Grupo 7. A brasileira triunfou nos dois jogos do triangular por 3 a 0 sobre a holandesa Chana Van der Venne (11/4, 11/3 e 11/9) e sobre a espanhola Elvira Rad (11/9, 12/10 e 12/10) e, agora, espera a adversária das oitavas, que vai sair do embate entre Brianna Burgos, de Porto Rico, e Emine Ernst, da Holanda.

“No começo do campeonato era uma incógnita, pois as meninas ficaram muito tempo afastadas do circuito europeu, então eu não sabia como elas viriam. O mais importante é a adaptabilidade, elas teriam de se adaptar o mais rápido possível ao estilo de jogo das europeias, que têm uma bola mais forte e rápida. Ao longo do campeonato, elas foram pegando o ritmo de jogo das adversárias e as duas estão conseguindo fazer um campeonato muito bom”, elogiou o técnico Hideo Yamamoto.

Na competição da Eslováquia, o Brasil ainda teve mais uma atleta em ação: Beatriz Fiore. Ela disputou o torneio Sub-15, mas acabou não saindo do Grupo 1 ao ter sido derrotada nas suas duas partidas contra a polonesa Zofia Sliwka e a indiana Suhana Saini.

 

Leonardo Iizuka avança na Hungria

 

Dois brasileiros também estão na disputa do WTT Youth Contender, em Szombathely, na Hungria. Leonardo Iizuka foi à mesa para buscar uma vaga nas eliminatórias do campeonato Sub-15 e ele conseguiu. No Grupo 10, o mesa-tenista terminou na liderança ao bater Kenny Ly, do Canadá, por 3 a 0 (11/9, 11/3 e 11/5) e o austríaco Franciszek Kolodziejczyk pelo mesmo placar, parciais de 11/8, 11/9, 11/6. Com a classificação, Iizuka volta à mesa nesta quarta-feira para encarar o esloveno Brin Petrovski, às 7h.

Diogo Silva também esteve em ação na Hungria, mas acabou não avançando no Sub-19. Pelo Grupo 3, ele foi derrotado nos dois jogos disputados (diante do tcheco Simon Belik e do indiano Himnakulhpuingheta Jeho) e acabou se despedindo do campeonato.

 

FATO&AÇÃO COMUNICAÇÃO

Assessoria de Imprensa da Confederação Brasileira de Tênis de Mesa (CBTM)